Atrativos turísticos

Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida

A conhecida Catedral de Brasília foi o primeiro monumento construído na cidade, concebida pelo arquiteto Oscar Niemeyer e projetada pelo engenheiro Joaquim Cardozo, é um dos maiores atrativos da cidade localizada próxima ao Centro Administrativo do Governo Federal.

Complexo Cultural da República

Composto pelo Museu Nacional Honestino Guimarães e pela Biblioteca Nacional Leonel de Moura Brizola, é um ambiente agradável para visitação, onde ambos os prédios são abertos para visitação e comportam exposições culturais e históricas. O Complexo também é localizado próximo ao Centro Administrativo do Governo Federal.

Praça dos Três Poderes

Englobando o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal, além de um amplo espaço intermediário entre as construções, a Praça dos Três Poderes representa os poderes da república: executivo, judiciário e legislativo. O local abriga esculturas famosas e edifícios importantes para o funcionamento do país, que foram construídos junto com a cidade na década de 1950.

Torre de TV

Esta é a torre de transmissão televisiva de Brasília, projetada pelo arquiteto Lúcio Costa, é a quarta estrutura mais alta do país. Localizada na região central da capital e aproveitando a visão privilegiada, construiu-se um mirante de observação, que ora se encontra fechado para manutenção. No entanto, há uma feira de artesanatos no local onde há uma variedade de lojas de pedras preciosas, souvenirs, e diversas artes valiosas.

Memorial JK

Museu destinado à vida e trajetória do ex-presidente Juscelino Kubitschek, fundador da cidade, abriga diversos itens pessoais, livros, fotos, documentos além do próprio corpo de JK. A visita guiada ao local mostra a história da construção da cidade com detalhes e é bem agradável.

Palácio da Alvorada

Designado como residência oficial do presidente da república do Brasil, o edifício situa-se às margens do lago paranoá e possui as dependências para o chefe de estado realizar seus estudos, leituras e também pernoitar. É uma construção revestida de mármore e vedada por cortinas de vidro compondo uma harmonia bonita.

Templo da Boa Vontade

O Tempo da Boa Vontade é uma construção fundada pela Legião da Boa Vontade com o intuito de ser um templo ecumênico. Com diversas atrações, como sala de meditação 24h, sala de estudo e sala egípcia é um ótimo local para conhecer na capital federal.

Praça dos Cristais

Situada em frente ao Quartel General do Exército Brasileiro, a Praça dos Cristais é um atrativo muito bonito e agradável para um fim de tarde. Com esculturas que imitam a formação de cristais, um pequeno lago e um vasto espaço para passeio.

Pontão do Lago Sul

Este atrativo é um centro de lazer na beira do Lago Paranoá. Comporta diversos bares, restaurantes e quiosques como Mormaii Surf Bar, BierFass e Soho. Possui uma grande área verde e uma passarela voltada para uma paisagem bonita especialmente à noite.

Jardim Botânico de Brasília

O Jardim Botânico da capital também é um ótimo local para visitação. Possui uma vasta área verde, com locais para fazer picnic, restaurante que servem café da manhã e almoço, e também trilhas no cerrado perfeitas para caminhar ou pedalar.

CCBB - Centro Cultural Banco do Brasil

O CCBB Brasília situa-se próximo da Ponte JK, outro atrativo da cidade, e é um lugar agradável para tomar um café, mas também é sede das mais importantes exposições de arte e cultura da cidade. Possui uma programação com cinema, teatro, exposições de pinturas, esculturas e outros tipos de atrativo dependendo da época.

Torre de TV Digital

Sendo o último projeto de Oscar Niemeyer edificado antes de sua morte, a Torre de TV Digital é uma construção feita para suportar o sistema de TV Digital de todo o Distrito Federal e algumas cidades do entorno. Sendo visível de diversos locais da cidade, esta torre também pode se visitada de acordo com horários pré-estabelecidos.

Ponte Juscelino Kubitschek

Esse monumento é reconhecido mundialmente por seus arcos e arquitetura diferenciada. Construída para ligar duas Regiões Administrativas do Distrito Federal, a ponte transporta um grande fluxo de carros diariamente além de ser ponto turístico e atrativo de visita em Brasília.

Quartel General do Exército

Localizado no Setor Militar Urbano (SMU), esta construção é a sede do Comando Geral do Exército Brasileiro e abriga diversos setores administrativos desta força nacional. O local comporta eventos militares e nacionais de importância e tramita processos de relevância nacional.

Museu do Catetinho

Um pouco afastado da região central do DF, o Catetinho foi a primeira residência do presidente JK. Construído em 10 dias foi um prédio feito para comportar as atividades presidenciais enquanto os demais monumentos ficassem prontos. A visita ao local mostra locais com a configuração que o presidente utilizava para o convívio diário.

Prof. Paulo Carlos Kaminski

É graduado em Engenharia Naval (1986) e em Administração de Empresas (1990). Fez mestrado (1989), doutorado (1992) e livre docência (1997) em Engenharia Mecânica. Todos os títulos foram obtidos pela Universidade de São Paulo. Em 1993/94 foi bolsista da Fundação Alexander von Humboldt, desenvolvendo pesquisas na Universidade Técnica de Darmstadt. Desde 2009 é Professor Titular do Departamento de Engenharia Mecânica da Escola Politécnica da USP – EPUSP. De 2008 a 2014 exerceu a função de Representante Científico da Confiança (Vertraeunswissenschaftler) da Fundação Alexander von Humboldt no Brasil; e de 2009 a 2014 foi pesquisador visitante convidado do instituto de pesquisas da indústria de autopeças do Japão (Universidade de Waseda). De 2011 a 2015 foi vice-chefe do Departamento de Engenharia Mecânica da EPUSP. Atualmente é colaborador Internacional do CIRST ? (Centre interuniversitaire de recherche sur la science et la technologie de Quebec ? Canada. Exerce as funções de Coordenador Acadêmico do Programa de Educação Continuada da EPUSP (PECE) e Presidente da Comissão de Cultura e Extensão da EPUSP. Coordena ainda os cursos de especialização em Gestão e Engenharia de Produtos e Serviços e Engenharia Automotiva. Tem experiência na área de gestão, pesquisa e ensino na Grande área da Mecânica, atuando principalmente nos seguintes temas: engenharia de produto, metodologia do projeto, educação continuada e internacionalização da engenharia.

Prof. Eduardo de Senzi Zancul

Professor da Escola Politécnica (POLI) da Universidade de São Paulo (USP), atuando no Departamento de Engenharia de Produção. Vice-coordenador do InovaLab@POLI – complexo laboratorial focado no aprimoramento do ensino prático de graduação em engenharia. Pesquisador do Observatório da Inovação e Competitividade (OIC). Apoia atividades de empreendedorismo na POLI, participando de projetos PIPE-FAPESP. Membro pro bono do Conselho de Cursos de Engenharia do Insper. É Fellow da Fundação Lemann. Foi Visiting Professor no Trinity College Dublin em 2016 (1 mês) e Visiting Scholar da Graduate School of Education da Stanford University em 2015 (3 meses). Possui mais de 8 anos de experiência em consultoria de estratégia, tendo sido gerente da Bain & Company até 2012. Foi pesquisador assistente do Laboratorium für Werkzeugmaschinen und Betriebslehre (WZL) da RWTH Aachen University entre 2005 e 2007. Engenheiro Mecânico (1997), mestre em Engenharia de Produção (2000) e doutor em Engenharia de Produção (2009) pela Escola de Engenharia de São Carlos da USP. Atualmente atua em pesquisa em gestão do desenvolvimento de produtos, Product Lifecycle Management (PLM), design thinking, manufatura avançada, manufatura aditiva e ensino de engenharia.

Prof. André Leme Fleury

Professor doutor da Universidade de São Paulo, atuando nos cursos de Engenharia de Produção (Poli) e Design (FAU). Desenvolve pesquisas nas áreas de desenvolvimento de produtos, serviços e empreendimentos e gestão de tecnologias nos temas de technology roadmapping, design thinking, lean startup e serviços tecnológicos. Possui graduação em Engenharia Mecânica de Produção pela Universidade de São Paulo (1995), mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2000) e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade de São Paulo (2007), com período sanduíche na Universidade de Cambridge (2004-2005).

Prof. Henrique Rozenfeld

Graduação em Engenharia Mecânica pela USP (1980), mestrado em Engenharia Mecânica pela USP, com tema sobre Planejamento e Controle de Produção (1983) e doutorado em Sistematização da Produção no WZL RWTH ? Aachen, como o tema sobre Planejamento de Processo por Computador ? CAPP – (1988). Tornou-se Livre Docente na USP com tese sobre CAPP (1992) e Professor Titular da USP na área de Integração da Manufatura (1995). Docente da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP desde 1982. Foi professor convidado em 1995 pelo WZL Aachen, Alemanha para desenvolvimento de especificação do STEP e professor convidado em 2003 na Universidade de Missouri, USA para atuar no projeto da SAP para aplicação do sistema mySAP-PLM. Co-autor do livro Gestão de desenvolvimento de produtos: uma referência para a melhoria do processo. Este livro vem sendo adotado como referência por várias instituições de ensino e por empresas. Co-autor do livro Gerenciamento de Processos de Negócio – BPM (busines process management): uma referência para implantação prática. Este livro foi adotado pela ABEPRO (Associação Brasileira de Engenharia de Produção) para fazer parte da coleção de livros indicados. Suplente do Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da EESC USP. Coordenador do Núcleo de Manufatura Avançada (NUMA) e do Grupo de Engenharia Integrada e Engenharia de Integração (GEI2) do NUMA. Trabalha atualmente na área de desenvolvimento de produtos, desenvolvimento de sistemas produto-serviço (PSS: product-service system), gestão do ciclo de vida de produtos (PLM: product lifecycle management), planejamento da inovação (FEI: front-end of innovation), gestão e modelagem de processos de negócio (BPM: business process management) e ecodesign / DfE: design for environment. Já formou 67 pós-graduandos (49 mestres e 18 doutores) e supervisionou 6 pós-doutores. Realizou 471 publicações (104 em periódicos; 3 livros; 41 capítulos de livros; 286 artigos completos em congressos; 37 resumos em congressos).

Prof. Maicon Gouvêa de Oliveira

Presidente do Instituto de Inovação e Gestão do Desenvolvimento de Produtos (www.igdp.org.br) para o Biênio de 2016-2017. Autor do primeiro livro brasileiro de roadmapping: “Roadmapping: uma abordagem estratégica para o gerenciamento da inovação em produtos, serviços e tecnologias”. Mais informações em www.roadmapping.com.br. Líder do Grupo de Pesquisa CNPq “Centro de Inovação e Gestão de Operações”. Professor Adjunto do Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT) da Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL), no Campus Avançado de Poços de Caldas. Foi Professor Substituto do Departamento de Engenharia de Produção (DEP) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e Professor Assistente no Centro Universitário de Araraquara (UNIARA). Doutor em Engenharia de Produção, Mestre em Engenharia de Produção e graduado em Engenharia Mecânica (ênfase projetos de produto) pela Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo (USP). Doutorado sanduíche no Centre for Technology Management (CTM), Institute for Manufacturing (IFM), University of Cambridge, UK. Áreas de trabalho: roadmapping, tomada de decisão, sistemas produto-serviço, gestão da inovação, desenvolvimento de produtos, planejamento da inovação.