CBGDP 2019

As relações entre a Inovação em Modelos de Negócio e o Processo de Desenvolvimento de Produtos

O Congresso Brasileiro de Inovação e Gestão de Desenvolvimento do Produto (CBGDP) é o principal evento da área no Brasil. Reúne a comunidade acadêmica, pesquisadores, professores e estudantes, com empresários, consultores, engenheiros, administradores, designers e demais profissionais atuantes na gestão da inovação e do desenvolvimento do produto, constituindo-se no principal divulgador da produção técnico-científica da [...]

September 11 - 13 in Universidade de Brasília-UnB
Organização
Sponso
Sponso
Apoio
Sponso
Sponso
Sponso
Comissão Organizadora

A comissão organizadora é composta pelos seguintes pesquisadores:

Prof. Sanderson César Macêdo Barbalho (Organizador Geral)
Prof. Diego Castro Fettermann (Comitê Administrativo)
Prof. Daniel Jugend (Comitê Científico)
Prof. Ari Melo Mariano (Comitê Administrativo)
Profa Viviane Vasconcellos Ferreira Grubisic (Comitê Administrativo)
Patrocínio
Comitê Científico

Em Breve

Datas Importantes

Evento: 11 a 13 de setembro de 2019

Março de 2019 – Início do envio dos trabalhos (3000 a 4000 palavras)
07.06.19 – Final do envio dos trabalhos
30.06.19 – Data limite para a resposta de aceitação do trabalho
Agenda
09:00
Café de boas vindas
30'
09:30
Mesa de Abertura
30'
10:00
Minicursos e sessões paralelas 1
1h30'
11:30
Palestra abertura - Participante internacional: Convergência BMI - NPD
1h
12:30
Almoço
1h15'
14:15
Palestra: Prof. Eric Tsui - Polyu Hong Kong
1h
15:15
Intervalo
25'
15:40
Minicursos e Sessões Paralelas 2
1h20'
18:00
Mesa com aceleradoras - desenvolvimento de produtos startups
1h
09:00
Palestra FIAT / Empresa Automotiva
1h30'
10:30
Intervalo
30'
11:00
Minicursos e Sessões Paralelas 3
1h30'
12:30
Almoço
1h30'
14:00
Minicursos e Sessões Paralelas 4
1h30'
15:40
Intervalo
40'
16:20
Sessão Pitches Finais
1h40'
18:00
Plenária
1h
09:00
Palestra Prof. Jorge Mário Campagnolo, Dir. DTE-MCTIC - Novo Marco Legal da Inovação
1h30'
10:30
Intervalo
30'
11:00
Palestra Embraer
1h30'
12:30
Almoço
1h30'
14:00
Minicursos e Sessões Paralelas 5
1h40'
15:40
Encerramento
40'
Sessões Temáticas

As sessões temáticas são espaços dedicados à apresentação oral e em pôster, de pesquisas acadêmicas originais selecionadas pelo Comitê Científico do Congresso. As sessões serão organizadas de acordo com as temáticas específicas dos trabalhos e incluirão oportunidades para debate após cada apresentação.

Temas do CBGDP 2019, os quais são as áreas para submissão dos trabalhos:

  1. Processo de design e de desenvolvimento de produtos (ex. produtos de defesa, softwares, serviços etc.)
  2. Gestão de inovação, empreendedorismo e modelos de negócio
  3. Métodos, técnicas e ferramentas de inovação, design e desenvolvimento de produtos
  4. Tópicos emergentes (Startups, PSS, economia circular, IoT, indústria 4.0, Lean)
Palestras e Mesas Redondas

As palestras oferecem um importante espaço para os estudantes de graduação, pós-graduação, comunidade empresarial terem contato com temas atuais, apresentados por especialistas capazes de transmitirem os conhecimentos de forma organizada, disponibilizando uma visão abrangente do tema em estudo sob o ponto de vista prático.

Minicursos

Os minicursos serão realizados em horários simultâneos às sessões de palestras e apresentações de trabalhos, possibilitando uma qualificação adicional aos participantes do congresso. A lista dos minicursos oferecidos no 12o CBGDP será divulgada em breve.

Visitas

Estão programadas visitas técnicas às instalações da Faculdade de Tecnologia para apresentar os laboratórios de inovação e pesquisa. As visitas devem ocorrer a partir das 14:00 no 2o e 3o dia de evento, simultaneamente às sessões de apresentações e minicursos. Estão previstas também visitas ao Parque Tecnológico de Brasília (BioTic) e à EMBRAPA. A programação será disponibilizada em breve.

Fast-Track

Os trabalhos melhores avaliados de cada área serão convidados para submissão nas revistas:  “Product: Management & Development”, “Journal of Lean Systems” e “International Journal of Intellectual Property Management”.

Local do Evento
Faculdade de Tecnologia - Universidade de Brasília
[contact-form-7 404 "Not Found"]
Hospedagem e Turismo

Orientações para que você aproveite ao máximo ao 12º Congresso Brasileiro de Inovação e Gestão de Desenvolvimento de Produto

bras2

01. Informações Gerais

Brasília é a capital federal do Brasil e sede do governo do Distrito Federal. Como capital nacional, Brasília abriga a sede dos três poderes da República  e 127 embaixadas estrangeiras. A política de planejamento da cidade, tem provocado debates sobre o estilo de vida nas grandes cidades no século XX.  Vista de cima a principal área da cidade se assemelha ao formato de um avião.

bsb1

02. Atrativos

Brasília é classificada como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco e recebe cerca de um milhão de visitantes anualmente. Entre as suas atrações mais visitadas estão os diversos projetos arquitetônicos de Oscar Niemeyer e Joaquim Cardozo. A cidade oferece também ecoturismo por estar localizada a mais de mil metros acima do nível do mar, de onde nascem rios de algumas grandes bacias hidrográficas brasileiras.  O turismo histórico na capital federal não se restringe ao período posterior à fundação, mas também resgata locais e fatos anteriores a 1960.

ht

03. Hospedagem

Com grande fluxo de turistas do mundo todo, os hotéis em Brasília possuem condições de atender confortavelmente todos os públicos. A setorização da capital ajuda a vida do turista. A grande maioria das opções de hotel está nos setores hoteleiros Sul e Norte As duas áreas são muito centrais e perto de grande parte dos pontos turísticos, facilitando a locomoção entre toda a cidade.

Prof. Paulo Carlos Kaminski

É graduado em Engenharia Naval (1986) e em Administração de Empresas (1990). Fez mestrado (1989), doutorado (1992) e livre docência (1997) em Engenharia Mecânica. Todos os títulos foram obtidos pela Universidade de São Paulo. Em 1993/94 foi bolsista da Fundação Alexander von Humboldt, desenvolvendo pesquisas na Universidade Técnica de Darmstadt. Desde 2009 é Professor Titular do Departamento de Engenharia Mecânica da Escola Politécnica da USP – EPUSP. De 2008 a 2014 exerceu a função de Representante Científico da Confiança (Vertraeunswissenschaftler) da Fundação Alexander von Humboldt no Brasil; e de 2009 a 2014 foi pesquisador visitante convidado do instituto de pesquisas da indústria de autopeças do Japão (Universidade de Waseda). De 2011 a 2015 foi vice-chefe do Departamento de Engenharia Mecânica da EPUSP. Atualmente é colaborador Internacional do CIRST ? (Centre interuniversitaire de recherche sur la science et la technologie de Quebec ? Canada. Exerce as funções de Coordenador Acadêmico do Programa de Educação Continuada da EPUSP (PECE) e Presidente da Comissão de Cultura e Extensão da EPUSP. Coordena ainda os cursos de especialização em Gestão e Engenharia de Produtos e Serviços e Engenharia Automotiva. Tem experiência na área de gestão, pesquisa e ensino na Grande área da Mecânica, atuando principalmente nos seguintes temas: engenharia de produto, metodologia do projeto, educação continuada e internacionalização da engenharia.

Prof. Eduardo de Senzi Zancul

Professor da Escola Politécnica (POLI) da Universidade de São Paulo (USP), atuando no Departamento de Engenharia de Produção. Vice-coordenador do InovaLab@POLI – complexo laboratorial focado no aprimoramento do ensino prático de graduação em engenharia. Pesquisador do Observatório da Inovação e Competitividade (OIC). Apoia atividades de empreendedorismo na POLI, participando de projetos PIPE-FAPESP. Membro pro bono do Conselho de Cursos de Engenharia do Insper. É Fellow da Fundação Lemann. Foi Visiting Professor no Trinity College Dublin em 2016 (1 mês) e Visiting Scholar da Graduate School of Education da Stanford University em 2015 (3 meses). Possui mais de 8 anos de experiência em consultoria de estratégia, tendo sido gerente da Bain & Company até 2012. Foi pesquisador assistente do Laboratorium für Werkzeugmaschinen und Betriebslehre (WZL) da RWTH Aachen University entre 2005 e 2007. Engenheiro Mecânico (1997), mestre em Engenharia de Produção (2000) e doutor em Engenharia de Produção (2009) pela Escola de Engenharia de São Carlos da USP. Atualmente atua em pesquisa em gestão do desenvolvimento de produtos, Product Lifecycle Management (PLM), design thinking, manufatura avançada, manufatura aditiva e ensino de engenharia.

Prof. André Leme Fleury

Professor doutor da Universidade de São Paulo, atuando nos cursos de Engenharia de Produção (Poli) e Design (FAU). Desenvolve pesquisas nas áreas de desenvolvimento de produtos, serviços e empreendimentos e gestão de tecnologias nos temas de technology roadmapping, design thinking, lean startup e serviços tecnológicos. Possui graduação em Engenharia Mecânica de Produção pela Universidade de São Paulo (1995), mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2000) e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade de São Paulo (2007), com período sanduíche na Universidade de Cambridge (2004-2005).

Prof. Henrique Rozenfeld

Graduação em Engenharia Mecânica pela USP (1980), mestrado em Engenharia Mecânica pela USP, com tema sobre Planejamento e Controle de Produção (1983) e doutorado em Sistematização da Produção no WZL RWTH ? Aachen, como o tema sobre Planejamento de Processo por Computador ? CAPP – (1988). Tornou-se Livre Docente na USP com tese sobre CAPP (1992) e Professor Titular da USP na área de Integração da Manufatura (1995). Docente da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP desde 1982. Foi professor convidado em 1995 pelo WZL Aachen, Alemanha para desenvolvimento de especificação do STEP e professor convidado em 2003 na Universidade de Missouri, USA para atuar no projeto da SAP para aplicação do sistema mySAP-PLM. Co-autor do livro Gestão de desenvolvimento de produtos: uma referência para a melhoria do processo. Este livro vem sendo adotado como referência por várias instituições de ensino e por empresas. Co-autor do livro Gerenciamento de Processos de Negócio – BPM (busines process management): uma referência para implantação prática. Este livro foi adotado pela ABEPRO (Associação Brasileira de Engenharia de Produção) para fazer parte da coleção de livros indicados. Suplente do Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da EESC USP. Coordenador do Núcleo de Manufatura Avançada (NUMA) e do Grupo de Engenharia Integrada e Engenharia de Integração (GEI2) do NUMA. Trabalha atualmente na área de desenvolvimento de produtos, desenvolvimento de sistemas produto-serviço (PSS: product-service system), gestão do ciclo de vida de produtos (PLM: product lifecycle management), planejamento da inovação (FEI: front-end of innovation), gestão e modelagem de processos de negócio (BPM: business process management) e ecodesign / DfE: design for environment. Já formou 67 pós-graduandos (49 mestres e 18 doutores) e supervisionou 6 pós-doutores. Realizou 471 publicações (104 em periódicos; 3 livros; 41 capítulos de livros; 286 artigos completos em congressos; 37 resumos em congressos).

Prof. Maicon Gouvêa de Oliveira

Presidente do Instituto de Inovação e Gestão do Desenvolvimento de Produtos (www.igdp.org.br) para o Biênio de 2016-2017. Autor do primeiro livro brasileiro de roadmapping: “Roadmapping: uma abordagem estratégica para o gerenciamento da inovação em produtos, serviços e tecnologias”. Mais informações em www.roadmapping.com.br. Líder do Grupo de Pesquisa CNPq “Centro de Inovação e Gestão de Operações”. Professor Adjunto do Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT) da Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL), no Campus Avançado de Poços de Caldas. Foi Professor Substituto do Departamento de Engenharia de Produção (DEP) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e Professor Assistente no Centro Universitário de Araraquara (UNIARA). Doutor em Engenharia de Produção, Mestre em Engenharia de Produção e graduado em Engenharia Mecânica (ênfase projetos de produto) pela Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo (USP). Doutorado sanduíche no Centre for Technology Management (CTM), Institute for Manufacturing (IFM), University of Cambridge, UK. Áreas de trabalho: roadmapping, tomada de decisão, sistemas produto-serviço, gestão da inovação, desenvolvimento de produtos, planejamento da inovação.